quarta-feira, 30 de julho de 2008

A fila e a barriga

Maldita fila - Foi assim que sai xingando hoje depois de notar que a sessão das 15h30 do Kung Fu Panda estava lotada. E pelas crianças barulhentas que também decidiram ir.

Mal educada - Foi o disse em voz alta para a v... que atendia no guinchê do estacionamento escutar. "Moça, olha, por favor, se está nos 20 minutos de tolerância." Com cara de sarcasmo, ela retrucou: "Você consegue sair em um minuto?".

Sem graça - Foi como fiquei e respondi em seguida: "Não." Ela tomou o ticket da minha e simplesmente disse: "R$2,50". Tomei com a mesma violência: "Então me dá aqui que antes vou gastar minhas três horas." Dei as costas.

Já tem um tempo - Que estou ainda mais tolerência zero com quem me atende mal.

* * *
Cansado como um peão - Assim estou agora. E olha que nem estou trabalhando tanto. A academia tem sugado muita energia.

A barriga, outra vez - Pode parecer implicância, mania de perseguição, mas hoje o meu instrutor da academia olhou para a minha barriga e disse: "tá grandinha". A felicidade por estar malhando há 10 dias foi embora. Agora eu sei como o Ronaldo (que era inho) se sente.

3 comentários:

Deire Assis disse...

pronto. faça como eu. JAMAIS estacione dentro do shopping. abuso.

uma vez, chovendo, acompanhada do meu filho, não tive muita escolha. aí perdi o ticket. pensa esse pessoal despreparado e mal educado lidando com um visitante do shopping q perdeu o ticket. deviam era ficar feliz, já q vc tem q pagar o valor em dobro. mas não sem antes usar desse ar de sarcasmo q vc descreveu.

faça chuva ou faça sol: estaciono na rua.

Ricarda Caiafa disse...

hehhehe minha primeira vez aqui... gente, mas que doninha mercenária essa hein... aff... e mal educada mesmo, gente assim merece tolerância zero mesmo... quem també merece tolerância zero é sessão lotada de criancinhas pestinhas....
ô gente, calma... mas tem 10 só 10 dias que vc tah malhando, jah jah vc perde a barriguinha....
beijos

João Camargo Neto disse...

Rodrigo, gosto muito do seu blog, tanto pelos textos quanto pelo visual clean e, ao mesmo tempo, completo.
O problema de Goiânia não ser uma cidade turística é que o atendimento é péssimo. Acho que o setor de prestação de serviços tem de atender bem a todos, inclusive e, talvez principalmente, aos cidadãos locais também. Mas que em cidade turística a média do atendimento em qualquer lugar é bem melhor, ah, isso é. Exceção para as cidades turísticas goianas. A Cidade de Goiás é a campeã em garços ranzinzas e donos de estabelecimentos no mesmo patamar.